Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Supremacy: Industry Icons - The Third Wave

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

djonny

avatar
One Player Guild
Coco Rocha



O editorial reforça o esteriótipo pregado por muitos séculos da mulher como o ser indefeso, presa no castelo e em constante necessidade de salvamento, portanto na necessidade de achar um "príncipe encantado" para validar a vida dela. Hoje em dia mulher nenhuma precisa de homem, ela pode muito bem sair da "fortaleza" e ir ganhar a vida com seus próprios esforços.

Ver perfil do usuário
雎晓雯





Olá! Pesquisei bastante sobre o tema para evitar ao máximo cair no que fosse mais óbvio e estou satisfeita com minha primeira entrega. A cultura oriental começou a se difundir pelo mundo no início do século por meio do entretenimento, com destaque para Japão e Coreia do Sul que exportavam entretenimento como uma verdadeira máquina moderadamente entre si mas também para a China e para o mundo. Na Coreia, isso se popularizou como o movimento HALLYU que visa impor a cultura pop sul coreana no mundo e teve início na década de 90. Talvez alguns não saibam, mas algo muito comum e controverso entre os países orientais é a sexualização da mulher de forma inocente, com sets completamente montados para parecer algo natural e angelical, dando a impressão de que são menores de idade sem a mínima noção sobre luxúria. Enquanto aqui sexualizam mulheres com curvas e de aparência madura, lá eles vendem uma imagem angelical e frágil das mulheres como se estivessem ali prontas para serem abusadas, um verdadeiro absurdo, mas é algo bem comum e recorrente.

Peguei também exemplos e referências desse mercado da sexualização da inocência para que compreendam melhor. Espero que apreciem.




Ver perfil do usuário

Chanel

avatar
Who?
Malgosia Bela

Hoje tento trazer a vocês uma foto que mostra o que muitas mulheres enfrentam até hoje por conta da pressão da sociedade por exigirem padrões de mulheres perfeitas, com isso muitas são submetidas a cirurgias excessivas por nunca se acharem boas o bastante nem bonitas o suficiente pra sociedade, algumas dessas mulheres devido aos grandes números de processos cirúrgicos acabam tendo complicações em seu corpo, muitas das vezes deformando-as ou até mesmo matando. Essa é uma das consequências que as mulheres ainda passam por terem o rosto da nação, o rosto que são submetidas a ter.

Ver perfil do usuário
Fei Fei Sun


Minha foto retrata o abuso sofrido pelas mulheres desde a antiguidade até os dias atuais, onde muitas se encontram numa prisão e são submetidas a abusos físicos e emocionais e são obrigadas a ficarem caladas por meio de ameaças e agressões, muitas dessas mulheres ficam traumatizadas com o que são obrigadas a conviver diariamente e isso as afeta pro resto da vida.
Na foto vemos a Fei Fei Sun sendo agarrada por uma mão masculina e em seu olhar está nítido um sentimento de vulnerabilidade e impotência, com o rosto virado representando um vazio existencial como se sua vida se resumisse apenas a aquele momento.

Ver perfil do usuário

Mich

avatar
Kick-Mess
Julia Nobis: A idealização do casamento



Desde criança, as mulheres são ensinadas a se casar, procriar e ser uma boa esposa. Isso não é algo do passado, as mulheres ainda sofrem cobranças para casar, entrar na igreja com um vestido dos sonhos, feminino e angelical. Mesmo se a mulher não encontrar um parceiro ideal para sí, ela é pressionada a se casar, até se no futuro ela decida se divorciar, afinal de contas, ser taxada de divorciada é melhor do que ser taxada da tia solteirona. 

Ver perfil do usuário

hohey

avatar
Who?

Olá, pensei muito sobre o assunto e resolvi trabalhar com sutileza, ainda mais por ser um tema que a maioria dos participantes não tem consciência absoluta dessa realidade (por motivo óbvio)
Então, a imagem que escolhi me fez criar algumas questões. A principio, como vemos na foto, aparenta a figura de uma mulher "presa", que pelo senso comum pode retratar a ideia da falta de liberdade, sofrido pelo regime misógino, que o retrato feminino sofre até nos dias atuais. Seguindo também pela objetificação e hipersexualização desse gênero(sendo mulher negra esse caracterização é mais cruel na mídia). Mas ao contrário do que parece, o conteúdo desse editorial foi definido pela a industria como "o poder é fashion". Que o comércio da moda também é moldado pela prática patriarcal, a gente sabe, mas qual é o sentido real desse shoot? eles apenas querem mostrar de como a mulher pode ser empoderada? ou se o teor desse projeto é feito só pra vender? Concluo que a reflexão é importante para saber do real papel que um trabalho possa vir ditar, até para a gente, do que é isso ou aquilo, certo ou errado.

Ver perfil do usuário

Fairy

avatar
Who?
Jessica Stam.
----------
----------
Nesse primeiro tema resolvi abordar um dos mais próximos casos de opressão que temos em nosso dia a dia, que é a opressão vivida pela mulher dentro de um relacionamento com a figura masculina. Não é de hoje que a figura feminina é arrastada através de um estereótipo imposto por uma sociedade de séculos atrás, e que nos dias atuais não deixa de ser tão diferente, mesmo que os atos feministas ganhem destaque, infelizmente ainda existem vários casos de opressão ao nosso redor. Nessa realidade muitas mulheres se sentem coagidas pelo parceiro e acabam aceitando, se é que pode se dizer isso, o sofrimento em sua rotina, ao longo da relação passam por confrontos físicos/psicológicos e total perda de liberdade. Normalmente esses acontecimentos ocorrem logo após a união patrimonial entre o homem e a mulher, pois é nessa situação que ele se sente tendo total poder sobre ela e popularmente falando "coloca as asinhas de fora". Vale dizer que muitas das mulheres vítimas dessa opressão se negam a sair do relacionamento tendo dois fortes motivos em sua mente; os filhos fruto da relação, e a ilusória esperança de que sua relação ainda possa ser devidamente igual aos relacionamentos que a sociedade insiste em glamorizar e impor na cultura e na vida de todas elas.

Ver perfil do usuário

Jeff

avatar
HOW DARE YOU?
Daria Strokous
FEMINICÍDIO



Feminicídio é um termo usado para designar toda violência contra a mulher - que leva ou pode levar à morte. Vai desde o assédio verbal até o abuso físico ou sexual. O mesmo geralmente envolve o assassinato intencional de mulheres apenas por serem mulheres. A ONU estima que 7 em cada 10 mulheres no mundo já foram ou serão violentadas em algum momento da vida. O ciúme e o álcool continuam sendo apontados como os principais agentes causadores de violência por 21% e 18% das mulheres agredidas. É um tópico que, infelizmente, já virou comum e mostra que ainda não exorcizamos os fantasmas da desigualdade de gênero.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum